quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Aceleração desordenada das comunidades no Rio de Janeiro (Por Thiago Muniz)

A VIDA COMO ELA É

Sejamos francos? Aos políticos o que interessa? Votos!

Visando se manter no poder com suas panelinhas no bem-bom!

Portanto o que vale mais, o que dá mais votos para nossos ícones da política?

Combater a degradação, implementando políticas consistentes de habitação, transporte e saneamento ou deixar correr frouxo? A resposta está aí!

O ambiente que pague a conta, pois ele não vota e nem paga imposto!

Senhor prefeito do Rio de Janeiro; sr. Eduardo Paes, gostaria de saber da parte da excelência o que a prefeitura do Rio de Janeiro pretende fazer a respeito dos rios que chegam ao sistema lagunar completamente podres, em resposta a ocupação urbana desordenada e ordenada, e que eram de responsabilidade do município na matriz de responsabilidade olímpica.

Simplesmente não se fará nada?

Muito triste ver isso! Pensar que poderia ser tudo cristalino se tratassem esgoto como deveriam....Jundiaí trata 98% ou por ai...então falta vontade...porque tem que ter uma politica agressiva nesse sentido.....Já está mais do que no limite...não tem mais nada que esteja a salvo...

Se depender da vontade política de implementar políticas de habitação e combater a ocupação desordenada, por parte dos atuais expoentes de nossa maravilhosa classe política, pode acompanhar o que irá acontecer.

É um absurdo sem tamanho a política de habitação dessa cidade. A partir do momento que passou a ser normal fazer uma favela, tudo ficou resolvido pro governo. Ninguém fica sem teto e a política do foda-se impera.

Não sei Quem Financia um Crescimento tão veloz dessas Comunidades! Estamos em RECESSÃO, a Renda Sobretudo dos mais humildes cai corroída pela Inflação, e cada vez mais, as favelas crescem com maior RAPIDEZ e VORACIDADE!

Quem é que banca Essa ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA? FAVELAS Há Décadas, Não São um FRUTO de Aumento da pobreza, Isso é ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA PREDATÓRIA, Que Não Conhece Limites, Regras...

E assim os erros do passado continuam sendo repetidos até a exaustão. Até o dia que aquela chuva, resolve cobrar a promissória de anos de descaso. Mas até lá, algumas eleições se passaram, e os criminosos que deixaram a coisa correr frouxa estão muito além desses problemas mundanos, ungidos pelas urnas à patamares cada vez mais altos dos foros privilegiados, ostentando sua capacidade de embromar todos os otários e espertos de plantão.

Seria o Próprio PODER PÚBLICO ? Manda quem pode, obedece quem tem juízo!

Fotos: Mario Moscatelli - biólogo e ambientalista












BIO

Thiago Muniz tem 33 anos, colunista dos blog "O Contemporâneo", do site Panorama Tricolor e do blog Eliane de Lacerda. Apaixonado por literatura e amante de Biografias. Caso queiram entrar em contato com ele, basta mandarem um e-mail para:thwrestler@gmail.com. Siga o perfil no Twitter em @thwrestler.


Nenhum comentário:

Postar um comentário