terça-feira, 19 de maio de 2015

O ataque covarde de José Serra (Por Thiago Muniz)

A sanha pela venda do patrimônio brasileiro e o entreguismo nunca saíram de cena desde a década de 90. Basta rememorar a Era FHC. Atacar a estatal é o plano deles em curso, uma estratégia que vimos de perto.

Sem provocar alardeamento na grande mídia, o senador José Serra (PSDB), que deu entrevistas recentes pregando o desmembramento da Petrobras, apresentou um projeto de lei que altera o sistema de partilha do pré-sal, desobrigando a estatal brasileira de participar dos negócios e excluindo a clásula que condiciona a participação da Petrobras em, no mínimo, 30% da exploração e produção em cada licitação.

O PL 131/2015, modifica a lei de partilha 12.351/2010, derrubando a participação mínima de 30% da empresa estatal nos consórcios de exploração. Segundo informações da Agência Senado, a matéria está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), aguardando sugestões de emendas e a designação de um relator.

Em defesa de sua tese, Serra alega ser “inconcebível que um recurso de tamanha relevância sofra um retardamento irreparável na sua exploração devido a crises da operadora”. O senador avalia que as investigações da Operação Lava Jato, com prisões preventivas de gestores, fornecedores e prestadores de serviços da Petrobras, já estariam afetando a empresa, gerando cancelamentos, atrasos e a consequente desorganização das suas atividades.

"A sucessão de escândalos associados às alegações de cartel, suborno e lavagem de dinheiro criaram uma situação quase insustentável para uma companhia que tem que implementar um dos maiores programas de investimento do mundo, da ordem de US$ 220,6 bilhões até 2018", escreveu.

Pela lei atual, aprovada em 2010, a Petrobras deve atuar como operadora única dos campos do pré-sal com uma participação de pelo menos 30%. Além de ser a empresa responsável pela condução e execução, direta ou indireta, de todas as atividades de exploração, avaliação, desenvolvimento e produção.

Além da CCJ, o projeto também será analisado pelas comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Serviços de Infraestrutura (CI).

Ataques à Petrobras

Em entrevista ao Estadão em fevereiro, Serra disse que a Petrobras "tem que ser refundada" (leia aqui). "Mudar radicalmente os métodos de gestão, profissionalizar diretoria, conselho administrativo e rever as tarefas que exerce. Sua função essencial é explorar e produzir petróleo. No Brasil, a Petrobrás diversificou demais e foi muito além do necessário, acabou se lançando em negócios megalomaníacos e ruinosos. O que dá prejuízo precisa ser enxugado, concedido, vendido ou extinto", disse ele.

"E tem que começar pela revisão do modelo do pré-sal: retirar a obrigatoriedade de a empresa estar presente em todos os poços, ser a operadora única dos consórcios e ter que suportar os custos mais altos da política de conteúdo nacional. Não se trata apenas de contabilidade, a empresa tem que ter vigor, porque o petróleo continuará por muito tempo sendo uma grande mercadoria", acrescentou.

O analista político Paulo Vannuchi disse em entrevista à RBA (leia aqui) que o projeto de Serra pode ser considerado "um artifício, ou ardil, para quebrar o monopólio de produção da Petrobras sobre o pré-sal, monopólio que já é absolutamente flexibilizado, com limite de 30%, que permite a participação de empresas privadas em até 70%, como ficou comprovado na licitação do mega campo de Libra, com a atração de empresas chinesas e europeias".

Essa Campanha para DESVALORIZAR a Petrobrás é o mesmo que você chegar numa AGÊNCIA e eles colocam tantos DEFEITOS no seu carro, que você acaba vendendo por uma MICHARIA... Depois eles revendem o seu mesmo carro por uma FORTUNA.

A Petrobras tem corpo técnico pra descobrir e gerenciar petróleo até em marte se lá tiver petróleo. Só alguém q tem ideia de afundar o país é capaz de falar tanta asneira. Do q entende serra do setor de exploração e produção de petróleo? O canalha se aproveita da crise pra falar merda. Petrobras só precisa de gestores éticos. Petrobras é pioneira em muitas atividades de exploração e produção. Todos esses políticos imundos q o brasil tem é como um câncer para o país. Todos eles. O povo deve ir as ruas mais vezes cuspir na cara desses safados.

Não é questão de nacionalismo, é questão de consciência. Fazer isso que o Sr. Serra está propondo é o mesmo que vender sua casa acreditando que a devolverão através de benesses. Só quem pensa de forma egoísta tem pensamentos tão sórdidos. E ainda tem pessoas que apoiam tal projeto acreditando que estão fazendo um bem pra o Brasil e a população mais carente. Só a Petrobras sabe o que pode fazer para acabar com a corrupção, apenas ela!

A Chevron; BP e outras, devem estar recheando a conta bancária deste individuo no exterior, e que juntamente com os vendilhões da Pátria, fazem de tudo para desestabilizar este governo e entregar nosso patrimônio aos predadores!

O PSDB é, disparado, o partido mais perigoso à nossa soberania. Não se deixem de lado todas as críticas que podemos fazer a todos os outros partidos e seus integrantes, mas nenhum deles é tão anti-Brasil quanto o PSDB. Por isso esta gente deve ser mantida fora do poder, independente de quem sejam seus adversários. Voto útil, no Brasil do século 21, é o voto anti-PSDB. Quanto a Serra, nunca votei nele, nunca confiei nele e ele não me representa, como representa menos ainda também os eleitores e habitantes de outros estados. Será que ele "avisou" seus eleitores destes planos entreguistas ou apenas enrolou os ingênuos com aquela conversinha de autoproclamado pai dos genéricos?

Sempre que pode José Serra demonstra seu estranho patriotismo. Quando foi candidato a Presidente ele prometeu às petrolíferas norte-americanas uma mudança na legislação brasileira sobre exploração de petróleo. Quando a Chevron causou um vazamento porque estava roubando petróleo do Pré-Sal, ele ficou em silêncio. Há alguns dias José Serra disse que não tem nenhum problema em privatizar a Petrobrás. É dele o mais novo Projeto de Lei, convenientemente apresentado durante uma grave crise política, com a finalidade de e transformando o Brasil numa província petrolífera dos EUA.

A conduta de Serra evoca uma conversa entre o Visconde de Taunay (1843-1899) e Benjamin Constant (1833-1891) pouco depois da Proclamação da República:

“Mezes após a proclamação da República, encontrando-se o Visconde de Taunay com Benjamin Constant, poz-se êste a queixar-se amargamente do regimen por êle próprio implantado.

-Olhe - dizia - eu contava com sincero patriotismo e só tenho encontrado “pratiotismo”. Conhece a palavra?

Taunay fez um sinal significativo. E Benjamin:

-Inventei-o para o meu uso; ha simples transposição de um "r” da segunda silaba para a primeira. “Pratiotismo” é o amor incondicional, acima de tudo, do “prato”, da barriga, do interesse, o sentimento que inutilisa, espesinha e conculca o patriotismo.” (O Brasil Anedótico, obras completas de Humberto de Campos, livraria José Olympio, Rio de Janeiro, 1936, p. 142/143)

José Serra tem sido um perfeito “pratriota”. Ele pede voto aos eleitores brasileiros para cuidar bem dos interesses dos norte-americanos que cuidam do prato dele.

*** VAI QUE COLA: O Mercado Financeiro vive de BOATARIA... Um BOATO bem aplicado pode RENDER BILHÕES... Ainda mais, com aquela "forcinha" da IMPRENSA e da MÍDIA, que afinal, são patrocinadas por eles, BANCOS, DOLEIROS, ESPECULADORES que FATURAM muito mais com INFLAÇÃO, CÂMBIO e JUROS ALTOS:

INFLAÇÃO ANUAL (IPC):
FHC 2002: 12,530%
DILMA 2014: 6,410%

JUROS SELIC:
FHC Mar 1999: 44,95%
DILMA Mai 2015: 13,75%

PIB BRASIL:
FHC 2002: R$ 1,320 Trilhões
DILMA 2014: R$ 5,520 Trilhões

VALOR de MERCADO da PETROBRÁS:
FHC Nov 2002: R$ 15,4 Bilhões
DILMA: Jan 2015: R$ 127,2 Bilhões

Fontes: IBGE, FGV, Valor Econômico, Banco Central e The Economist.


























BIO

Thiago Muniz tem 33 anos, colunista dos blog "O Contemporâneo", do site Panorama Tricolor e do blog Eliane de Lacerda. Apaixonado por literatura e amante de Biografias. Caso queiram entrar em contato com ele, basta mandarem um e-mail para:thwrestler@gmail.com. Siga o perfil no Twitter em @thwrestler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário