segunda-feira, 20 de abril de 2015

Blogueiros contratados: a profissionalização da política (Por Thiago Muniz)

A Folha descobriu um dos trolls grandões da militância antipetista raivosa na folha de pagamento do Governo de São Paulo. Nota de hoje do governo diz que não, na verdade é um troll subcontratado pela empresa (baiana) que ganhou a licitação para cuidar da publicidade do governo.

Ora, senhoras e senhores, se um governo contrata um pistoleiro virtual diretamente ou terceiriza o contrato, não faz muita diferença - um cangaceiro subcontratado ainda é o meu cangaceiro, não?

E o que são R$ 70 mil mensais gastos com um capanga digital, para um estado tão rico com São Paulo?

Desconfio que se houvesse um pente fino nos perfis dos militantes radicais da ultradireita no Twitter e no Facebook iriam encontrar trolls aos montes pendurados em agências de publicidades pagas com verbas públicas. Afinal, o que não falta é gente que parece não ter mais nada a fazer do que produzir e reproduzir conteúdo em plataformas de redes sociais, o dia inteirinho, com a função básica de atacar adversários reais e potenciais dos seus contratantes, por todos os meios possíveis, da difamação à ameaça. É capaz até de haver convicção nisso, mas se a ideologia vier com as contas pagas e uma graninha extra para umas comprinhas em Miami, que mal tem?

Na verdade, desconfio também que tem muita gente da esquerda, principalmente da mais radical e agressiva, militando a soldo, em blogs e perfis de Twitter e Facebook. O blogueiro é sujo, mas a grana é limpa. Bando de falsos moralistas e o pior é que manipulam o povo se favorecendo do próprio dinheiro do povo.

Essa geração criada jogando GTA, The Sims e afins é assim... Dão muito crédito para o mundo virtual e só, não dão valor na vida das outras pessoas, e esquecem de ver como o mundo funciona! A direita está criando uma "massa" de gente que só sabe repetir os bordões dos lunáticos Reinaldo Azevedo, Olavo de Carvalho e cia! Eles não pensam, julgam os outros sem dó nem piedade, mas esquecem de julgar eles mesmos.

Gente que começa o assunto usando "você é petralha burro" não merece resposta e muito menos atenção!!! O que eles não perceberam que a maioria das pessoas não defendem o governo do PT, nós queremos uma postura ética e transparente para todos os partidos, é ridículo essa direita fazer tanto alvoroço sobre as coisas que ela mesma comete há muito mais tempo!!! Gente que acha normal blogueiro receber 70.000,00 de governo que inclusive está "contendo" gastos sobre o investimento da infra-estrutura do estado, e criticar bolsa família que paga 70,00, é gente que não deveria nem ter o direito do voto! É gente egoísta, que quer exterminar (eles adoram essa palavra) tudo e todos que lhes incomodam, bem vindo ao novo fascismo do século XXI.

Pior que isso é provar por A + B, fonte, e o pessoal indignado refuta tudo, mas corrobora tudo. Povo esta tão confuso com esses ataques que nem sabem mais aonde estão.

Não faz muito tempo, existia os panfletos apócrifos, que eram colocados debaixo das portas. E faziam um estrago dos diabos nos adversários. Não se tinha a menor ideia de quem os redigia e os colocava para circular. Hoje, é uma prática não mais utilizada. Tem a internet e paga-se polpudos salários a estes agentes. E com dinheiro do distinto contribuinte. Tem os "fakes". E com o sistema de monitoramento por câmaras em residências e comércios aquele agente que saía noite adentro às escondidas não mais pode realizar seu trabalho. Admirável mundo novo.

O que dizer então dos MAVs do PT? Gente CLT full-time que fica observando o que os próprios amigos, mapeando quem é formador de opinião, informando ao seu Quartel General; fazendo terrorismo social, mandando mensagens inbox no Facebook e Whatsapp, fomentando o ódio ao dizer que a "direita" (como se ainda houvesse esses conceitos do século passado. O PT, por ex. é de CENTRO há 12 anos) odeia negros e nordestinos, tentando polarizar e segregar a população?

Todos devidamente remunerados. E a "Campus Party" do PT, Campus PT ou algo assim, incubadora de MAVs?! Esse jogo não tem mocinho, só bandidos e, por trás de câmeras e holofotes, quase todos são sócios. Isso já virou um guerra, já com "ensaios" de guerra civil (vide black blocs remunerados ligados a partidos políticos), e para os líderes dos partidos e estrategistas contratados (e pagos com a petro-verba), guerra é guerra é os fins justificam os meios.

Aqui o leitor não precisa ser partidário, só ter bom senso. Independente de ataque contra este ou aquele partido, o mais grave é usar dinheiro público para realizar tal tarefa. Então, será que é o PT que quer denegrir seus opositores? Ou a corja do PSDB que está blindando-se de todas as formas. Os militantes do PT defendem uma causa por acreditar nela, não precisamos receber para isso.

Há um ponto a ser ressaltado aqui. Profissionalização de discurso político e partidarização existe desde o século XIX pelo menos. Os partidos operários sempre buscaram ter seu próprio jornal, já que os jornais de grande circulação sempre buscaram atender os interesses da burguesia. O grande problema que vejo não é a polarização desses blogues, nem haver blogueiros profissionais. O problema é a utilização de dinheiro público para isso. Outro problema, tão grave quanto, é o discurso da apartidarização. Ou seja, eu escreve e me posiciono contra o PT, mas sou apartidário, sou isento de interesse. Essa é a maior mentira narrada pela direita e também por aqueles que defendem inclusive não existir esquerda ou direita. Antes de acusar o blog de X, Y ou Z ou de compartilhar suas postagens como se fossem verdades é necessário saber de onde vem o sustento de tal blog, de tal site ou jornal.

Quais são os interesses escusos que estão sendo defendidos? O grande problema da internet hoje é as pessoas não saberem problematizar as informações que chegam até elas e reproduzirem qualquer boato ou opinião como verdade nua, crua e única. A verdade que mais corruptos que os políticos são os eleitores, todos tem uma visão de um cego. Não ha corruptos se não houver corruptores. Não precisamos de impeachment precisamos de uma reforma politica e leis mais severas.

O clássico "PT x PSDB", continua sendo disputado, como isso, apenas um clássico. Como já foi dito em tantos posts, enquanto política for tratada baseada em torcidas de futebol, vamos continuar patinando neste caos. Enquanto a politica for partidária, no meio desta corrupção e falta de administração apartidária, melhor nos prepararmos para dias piores.

"Profissionalização da política". De um lado e de outro é pratica comum, a saída é o meio termo, o bom senso... Coisa que anda em falta nesse pais, assim como a independência ideológica. Faz parte. A única coisa que me incomoda um pouco, mas só um pouquinho, é que essa gente fala tanto da falta de transparência dos políticos e governos, né?





PS: Só para constar, este blogueiro não recebe dinheiro de instituição nenhuma, não paga publicidade para aumentar o seu tráfego e nem tem a intenção de aliar a partido político nenhum. Aliás, as vezes me penso com muita sinceridade o porquê de ainda estar escrevendo por aqui.



BIO

Thiago Muniz tem 33 anos, colunista dos blog "O Contemporâneo", do site Panorama Tricolor e do blog Eliane de Lacerda. Apaixonado por literatura e amante de Biografias. Caso queiram entrar em contato com ele, basta mandarem um e-mail para:thwrestler@gmail.com. Siga o perfil no Twitter em @thwrestler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário