terça-feira, 3 de março de 2015

The Lava Jato´s goes to (Por Thiago Muniz)

Alô dr. Rodrigo Janot, Procurador Geral da República!

Não entendi essa de "tudo vai começar agora". Então o alentado trabalho da PF na Lava Jato, e da Justiça do Paraná, liderado por Sérgio Moro, que completa um ano em 17 de março, não deu robustos subsídios ao MP? O 'foro privilegiado' das autoridades públicas significa tb não considerar nenhuma investigação anterior, feita sob sigilo? É sinalização de que que ninguém será denunciado, e virão somente pedidos de inquéritos que começarão do zero? Espero que o MP não frustre a sociedade, que é civil mas não servil.

Rodrigo Janot, parece ter bebido a mesma água do finado Joaquim Barbosa. Num ataque de aguda falta de noção, recebeu um esquisito "Movimento Limpa Brasil", em seu gabinete, e posou para a foto abaixo. Um homem em sua posição não deveria ser um pouco mais comedido no uso do próprio ego, a bem da lisura das investigações? Poderia aceitar, a contragosto, a alegação de que um Procurador Geral da República, de quem se espera isenção e distanciamento, não prejudica a sua imagem e a imagem do ministério público, ao participar de uma manifestação de protesto. Mas não consigo perdoar a falta de pudor e a colossal imodéstia de quem, alegre e sorridente, se dispõe a segurar nas mãos um cartaz em sua própria homenagem.

Eu achei estranho o ministro da Justiça dizer que ele corria perigo. Pra mim pareceu mais um: "Pense bem antes de apresentar os nomes".

ALÔ Ministro Teori Zavascki! Divulgue os 40 nomes dos Políticos que o Janot enviará para o senhor sobre o caso da Petrobras. O Povo tem o direito de saber quem serão os investigado para acompanhar e cobrar JUSTIÇA. Queremos saber quais as autoridades e quais os partidos envolvidos - TODOS SEM EXCEÇÃO. Estamos no aguardo.

Estou com muito receio que este processo vire mais uma pizza. É muito esquisito a Presidente não indicar logo o juiz no STF que vai ocupar, justamente, a turma que vai julgar o Petrolão. Se der empate, a vaca vai pro brejo. Acho que será mais um frustração, caso os nomes dos culpados e envolvidos nos escândalos sofram alterações de última hora, em função de se esconder os "peixes grandes", que ao meu ver deveriam ser desmascarados em respeito ao povo brasileiro e a supremacia dos interesses nacionais sobre os interesses políticos partidários. Vamos ver o que vai acontecer.

Acho que depois de tanta denuncia de abuso por parte desse Juiz e da Polícia federal do Paraná com seus Delegados suspeitos de tortura dos presos da operação Lava-Jato fica difícil levar a sério. Como se pode dar mais credibilidade à um doleiro conhecido por tanta sujeira e ainda oferecer delação premiada, assim vira bagunça cada um fala o que quer pra escapar é a palavra de um contra o outro, nunca tem provas, só "vazamentos". E o juiz lá se acabando no seu falso moralismo. Imagina um estuprador é preso e depois diz que é homossexual e não gosta de mulher e sai livre. Onde estão os trâmites legais nisso tudo. Não vejo absolutamente nenhuma credibilidade em toda essa operação que é mais da mídia do que qualquer coisa, e com certeza vai acabar em pizza, mas prefiro que seja uma pizza sem tortura e sem espetáculo de mídia. E aos poucos o brasileiro aprende a lição. Ou é isso ou guerrilha.

Aumento na conta de energia, combustíveis, preço dos alimentos, cortes na educação e outros setores, para que? Para enfiar todo o dinheiro no rabo de empreiteiras parceiras de corrupção que, agora temendo a operação Lava Jato, prometem entregar os principais cabeças do esquema se não forem socorridos. Bem assim: "Olha, presidente e ministro: ou nos socorrem, ou, entregamos vocês.". Simples assim! E nós aqui, diminuindo as compras, saindo dos cursos de inglês, deixando de comprar uma roupa ou comer uma pizza numa sexta feira depois uma semana inteira de trabalho, tirando nossos filhos da escola particular e dos cursos, cortando o pacote de TV, desligando o ar condicionado, vendendo nosso carro e lutando para manter ao menos uma moto biz...

Enfim, perdendo o emprego; pois o empresário que nos empregava teve que fazer o mesmo: cortar gastos para conseguir saciar a fome do governo. E você? Até quando não vai enxergar isso? Até quando vai achar normal ir a um hospital e ver mulheres em trabalho de parto em corredores no chão? Até quando vai achar normal ter que fazer sacrifícios financeiros privando-se de se vestir bem, comer bem, dar um pequeno conforto que seja a seus filhos sem ter comprado uma caneta a mais? Até quando vai achar normal pagar a vida luxuosa de vereadores, deputados e senadores, desde o que eles vestem até passagem de avião para as esposas? Você não tem noção do que está acontecendo? Eu te conto. O Brasil está em colapso econômico. 

O mundo inteiro está chocado com os escândalos de corrução que surgem dia após dia. Sabe quem é o grande parceiro ideológico do governo brasileiro? O governo da Venezuela. Sabe o que está acontecendo lá? Não tem papel higiênico nas escolas, filas enormes nos supermercados para compra de alimentos, o governo está implantando um sistema biométrico para limitar a compra de alimentos; ou seja, cada um poderá comprar um pouco disso e um pouco daquilo, se não, tudo acaba; e este, exatamente este é o caminho que o Brasil está seguindo. Duvida? Fique aí sentando esperando e veja. Ou o cidadão brasileiro começa a se interessar, pesquisar, se revoltar e se manifestar contra isso, ou, vamos amargar uma vida de cão nos próximos anos. Afinal, já temos uma vida de gado; "povo marcado, povo feliz."

Valores invertidos no Brasil. É o único país do mundo com essa cultura maldita de premiar os safados e foder os que andam na linha.


Noticiado há pouco pelo Jornal O Globo, Renan Calheiros e Eduardo Cunha foram avisados de que estão na lista de políticos da Lava-Jato.

Segundo a matéria, "Os presidentes da Câmara, deputado Eduardo Cunha, e do Senado, senador Renan Calheiros, ambos do PMDB foram informados que estarão na lista que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF). A informação foi confirmada por assessores do Planalto."

Para nós, é cada vez mais urgente ampliar o debate da Reforma Política ao conjunto da população e fazer da participação cidadã a principal via para mudar a situação política no país. Enquanto tivermos raposas vigiando o galinheiro, nada mudará.

Eu acho que uma ação drástica para a atual política brasileira seria suspender o valor de poder do alto "clero", do médio e do pequeno escalão no governo (utopia) e não equivocadamente só do presidente, se tudo está tomado não só pela corrupção, mas pela hipocrisia política de ser juíz da própria roubalheira (vide artigo do V. Safatle de hoje), talvez uma Constituinte Exclusiva resolveria a "casca grossa" que precisa urgente de atualização?

Proibir o financiamento de campanha (principal motor da corrupção a décadas) e regularizar a midia hoje, além da taxação dos milionários, além de acabar com a luxúria de todos parlamentares, juízes e etcs, legalização do aborto, da maconha, etc, etc, etc são essenciais para uma virada, do contrário tudo será maquiagem. Esses vagabundos são intocáveis. Estão bem escorados pelos talibãs, ruralistas e o baixo clero, que é a "borra" da sociedade!

BIO

Thiago Muniz tem 33 anos, colunista dos blog "O Contemporâneo", do site Panorama Tricolor e do blog Eliane de Lacerda. Apaixonado por literatura e amante de Biografias. Caso queiram entrar em contato com ele, basta mandarem um e-mail para:thwrestler@gmail.com. Siga o perfil no Twitter em @thwrestler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário