quinta-feira, 5 de março de 2015

Oposição + Oposição = OPOSIÇÃO

A oposição brasileira não faz oposição ao governo. Faz oposição ao Brasil. A dedução é simples: quando nomeado ministro da fazenda, a oposição se arvorou em plantar notícias na mídia escrita e falada informando que ele, Joaquim Levy, era um economista que fazia parte do grupo de economistas que elaboraram o programa de governo de Aécio Neves (PSDB-MG), candidato a presidente em 2014.

Dessa forma, criou uma insídia de que o governo eleito estava traindo seu discurso de campanha. Se foi verdade o que disseram Aécio e seus companheiros de campanha, o que fazia Aécio cumprimentando Renan Calheiros por ter devolvido uma medida provisória, à qual dias antes o PT criava problemas políticos para votar. Essa medida provisória era claramente elaborada pelo ministro da Fazenda e sua equipe com o apoio da presidenta Dilma.

O cumprimento de Aécio não pode ser considerado uma postura política de oposição ao governo. O que propôs o ministro Joaquim Levy é do entendimento econômico desse senhor (que segundo os tucanos é “homem deles”). A postura de Aécio Neves foi claramente de oposição ao Brasil.

É estranho também o discurso do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) que perdeu uma grande oportunidade quando da operação Banestado – banco comprado em 2000 pelo Itaú em leilão, por R$ 1,6 bilhão - e não exigiu nem do governo nem dos partidos que eles reivindicassem da Polícia Federal, do COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) e do Ministério da Justiça um posicionamento duro contra aqueles que faziam remessas ilegais de dinheiro para o exterior no final dos anos 90.

Oposição é coisa do passado, quando a política ainda contava, entre os Partidos, de homens de vergonha, que, bem ou mal, representavam as legítimas aspirações da Sociedade, em geral. Agora, é só Jogo de Interesses - deles.

Os que são contra o governo, na verdade, são contra o Brasil e o povo brasileiro'' Isso teria muito sentido se o povo brasileiro não fossem os que são contra o governo, ser contra qualquer governo faz parte da democracia, cada um pensa de forma diferente...para que o governo mude uma parcela que não valoriza seu voto deve mudar , por isso não há evolução no intelecto político do povo brasileiro UMA MINORIA NÃO PODE FAZER NADA, enquanto a maioria tem uma barreira em sua mente, a maior das barreiras que existem, e que impede o desenvolvimento do Brasil. Tenho esperança que seremos capazes de romper essa barreira um dia, mas isso não depende do governo.

Estamos passando um péssimo exemplo para as crianças: "Olha meu filho, se o candidato que você votou perder, é só fazer bastante bagunça que ele sai, viu?" A maioria venceu e punam os culpados por crimes, não um governo inteiro!!! Isso que é golpe, o resto é palhaçada.

A eleição já passou e hora de torcer para o Brasil crescer e todos têm que criticar nas urnas,votam mau e depois vem atrasar o país ,enquanto o Brasil tiver esse mente de ficar a vida toda falando de presidente,governador e prefeito e não olharem em quem votam para o legislativo eles sim fazem lei se todos não sabem eles q governa país o executivo ficam na mão deles.


Nenhum comentário:

Postar um comentário