terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Violência e Caos: 2 pesos e 2 medidas

CADÊ O GOVERNO QUE CHORA POR TRAFICANTE PRESO NA INDONÉSIA ,É NÃO CHORA PELO POVO QUE VOTOU NELE?

A gente sabe que diariamente várias pessoas são mortas no Brasil por crimes cometidos de diversas maneiras. Sabemos que nas comunidades carentes, negros e pobres convivem com essa realidade em tortuosos cotidianos e não recebem nenhuma atenção das pessoas.

Talvez até por já ter se tornado algo banal diante de uma sociedade tão pueril.

Mas é impossível não lamentar também casos como o do Surfista de Santa Catarina que foi assassinado com um tiro pelas costas.

Sinceramente não sei onde vamos chegar com esse tipo de comportamento.

É lamentável que sem nenhum motivo que justifique a reação do atirador, mais um número se junte as estatísticas da violência nesse país. Reflexo da falta de educação, falta de bom senso e da banalização da vida.

Pelas circunstâncias que aconteceram, o caso ganhou repercussão nacional e acredito que qualquer pessoa que tenha uma gota de compaixão, se sinta triste com a Morte do Atleta. Em pensar que todos os dias isso acontece nesse país e se fossem colocar em capas de jornal, não teria espaço suficiente para mostrar tamanha barbárie com a juventude dessa nação.

Ricardinho é mais um jovem que tem sua vida interrompida de forma prematura dentre tantos outros que não viram notícia.

Meus pêsames a sua família e a de tantos outros que não chegam a nosso conhecimento.

A dor que nunca para de doer. Só a Justiça poderá amenizar.

Foda é saber que o policial que atirou nele, daqui a pouco vai estar por ai dando risada e curtindo uma praia tranquilamente.

Quem quer se defender não dá três tiros para matar! Absurdo!!!

Alguma coisa tem que ser feita sim, ontem duas crianças também morreram no RJ vitimas de bala perdida, e a repercussão é bem menor, pois não são "famosas". Então é necessário "aproveitar" que ele é conhecido, para repercutir nossa revolta em relação a violência, para que mais Ricardos e Crianças de favelas do RJ não percam suas vidas tão brevemente e para que mães, pais, irmãos e amigos não chorem mais pela vida de seus filhos.

Mas também não utilizem isso para fazer campanha politica, mesmo porque, se vocês não sabem, PM é de responsabilidade do Estado e não do Governo Federal. O Momento é de revolta sim, mas não sejam ignorantes!

Vamos lutar sim, mas com coerência!

Perdemos para intolerância, e com ela se foi a coragem, equilíbrio, razão, determinação, e tudo mais que os humanos devem ter como exemplo. Agora as estatísticas de uma catástrofe nacional, nossos jovens crianças sendo executados pelas LEIS DA IMPUNIDADE E ANTIÉTICA.

As pessoas tinham que se juntar e fazer justiça com as próprias mãos, visto que esse é o país da impunidade.

Legitima defesa de um armado contra um cara desarmado seria 01 tiro na perna, e olhe lá! E dá nojo do corporativismo da PM que ainda coloca capuz nesse marginal pra carinha dele não parar no jornal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário