sábado, 6 de setembro de 2014

Merdas no ventilador da Petrobrás

BOMBA RELÓGIO!!! 

Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras preso na Operação Lava Jato, passou a semana depondo na PF, no regime de delação premiada, por quase 12 horas por dia! ABRIU TUDO!

Vai sobrar para PELO MENOS 5 grandes partidos (PP, PMDB, PT, PR e PTB), praticamente TODAS as empreiteiras, MUITOS parlamentares (deputados e senadores) e governantes. "Todo dia tinha político batendo na minha porta, e até operador do PMDB em banco europeu", disse. Este seria um influente político fluminense. O PSB também está preocupado, em função dos contratos da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Os desvios nos contratos da Petrobras, segundo ele, especialmente para financiar CAMPANHAS ELEITORAIS e ENRIQUECER FIGURÕES, foram de 2004 a 2012, quando ele ocupou a Diretoria de Abastecimento (nome sugestivo!).

Os depoimentos estão guardados a sete chaves na PF, e, claro, eles vão tentar mantê-los ao máximo no escuro, no sigilo, até dia 5/10. Mas, com um pouco de perspicácia, já dá para supor quem são os principais envolvidos nas negociatas espúrias. O mundo da politicalha reinante está tremendo.

SEU VOTO PRECISA LEVAR ISSO EM CONSIDERAÇÃO. Não vá na conversa - que vai começar a rolar - de que o candidato de partido que faz tenebrosas transações 'não tem nada a ver com isso', como se o partido fosse um ente abstrato, desvinculado de suas figuras públicas. Além do mais, quem se lambuzou continua deixando o rabo (preso) de fora, inclusive nas campanhas milionárias.

A edição da revista Veja que começou a circular traz o nome dos seguintes políticos envolvidos com negócios sujos da Petrobras:

=> Edison Lobão, ministro das Minas e Energia, PMDB
=> João Vaccari Neto, secretário nacional de finanças do PT
=> Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara dos Deputados, PMDB
=> Renan Calheiros, presidente do Senado, PMDB
=> Ciro Nogueira, senador e presidente nacional do PP
=> Romero Jucá, senador do PMDB
=> Cândido Vaccarezza, deputado federal do PT
=> João Pizzolatti, deputado federal do PT
=> Mario Negromonte, ex-ministro das Cidades, PP
=> Sergio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, PMDB
=> Roseana Sarney, governadora do Maranhão, PMDB
=> Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, PSB - morto no mês passado em um acidente aéreo.

Na época em que era diretor da Petrobras Paulo Roberto conversava frequentemente com o então presidente Lula, segundo contou à Polícia Federal.



(Imagem: Chico Caruso em O Globo deste sábado 06/09)

Nenhum comentário:

Postar um comentário