quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

OS BLACK BLOCS? UM BANDO DE ZÉ NINGUEM A SERVIÇO DO GOVERNO

Afinal não é preciso ser um cientista político ou um sociólogo para adivinhar quem se esconde de baixo dos lenços pretos dos black blocs.

O perfil dos dois responsáveis pela morte do trabalhador da Band diz tudo: de famílias pobres, vivendo no subúrbio, sem conotação ideológica nenhuma e praticamente semi-analfabetos..

Mas que direta ou indiretamente estão a serviço dos governantes..

E por dois motivos:

Por um lado, amedrontam e afastam os manifestantes pacíficos que lutam para que os serviços públicos deste pais saiam de uma vez da posição de quinquagésimo mundo para alcançar um mínimo de decoro e respeito para com a população..

E, por outro lado, “juridicamente” falando, fazem com que a arrogância do atual governo se traduza em um endurecimento das leis para com as manifestações, especialmente em vista da Copa do Mundo..

Portanto, trate-se de manipulação ou não, uma coisa é certa: só tem um beneficiário em toda essa historia miserável: o governo e seus afiliados poderosos.


No ano passado eu via com bons olhos o movimento dos Black Blocs, foi uma das forças positivas para o sucesso dos movimentos; porém, com a crescente infiltração de baderneiros e vândalos (sejam de onde for...), o movimento perdeu força e passou a não ser visto com bons olhos, principalmente por ser um movimento onde aparentemente não há uma liderança concreta. Tornou-se uma organização violenta, isso não pode, principalmente perante aos olhos da opinião pública.


Por Guido Mattina (colunista convidado)


Nenhum comentário:

Postar um comentário